BLINDADOS

Reino Unido mobiliza meios de combate para o Médio Oriente

Reino Unido mobiliza meios de combate para o Médio Oriente
O ataque com drones dos EUA que matou o principal general do Irão, Qassem Soleimani, levantou uma onda de alerta no Reino Unido que espera agora uma forte retaliação por parte das tropas iranianas. A Grã-Bretanha começou a preparar-se para a possibilidade de uma resposta forte do Irão e já aumentou a segurança no Médio…

O ataque com drones dos EUA que matou o principal general do Irão, Qassem Soleimani, levantou uma onda de alerta no Reino Unido que espera agora uma forte retaliação por parte das tropas iranianas. A Grã-Bretanha começou a preparar-se para a possibilidade de uma resposta forte do Irão e já aumentou a segurança no Médio Oriente.

Foram mobilizados dois navios de guerra, HMS Montrose e HMS Defender, para acompanhar os petroleiros britânicos no Golfo. No terreno estão mais de 400 soldados que foram obrigados a abandonar as suas funções de treino às forças locais para assumir uma posição de defesa dos diplomatas e bens britânicos que podem sofrer consequências devido à forte tensão entre Irão e Estados Undos.

Está prevista a chegada de armamento pesado e os soldados deverão abandonar as oito pequenas bases no Iraque para se juntarem a grandes postos de controlo liderados pelos EUA.

Um submarino nuclear da Marinha Real britânica, armado com mísseis de cruzeiro Tomahawk, também já está naquela região, segundo avança o Daily Mail

Recorde-se que durante o ano passado, o Irão apreendeu dois navios-tanque, um deles com bandeira do Reino Unido, no Estreito de Ormuz. Os navios foram libertados mas a ação acabou por aumentar as tensões já por si crescentes naquela região.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, deixou este sábado à noite um forte aviso ao Irão. Caso as tropas iranianas iniciem uma retaliação, Trump promete abrir fogo contra 52 alvos iranianos já identificados.

Fonte

Tradutor - Translate »