Sem categoria

Mulan | Produtor do filme explica por que Li Shang não estará no live-action

O live-action de Mulan trouxe grandes mudanças para a trama e teve alguns elementos removidos que apareciam na animação de 1998. A ausência de Li Shang, o líder do exército chinês que se apaixona pela heroína, é uma das alterações com mais reclamações dos fãs. Em uma entrevista ao Collider, o produtor Jason Reed explicou…

Mulan | Produtor do filme explica por que Li Shang não estará no live-action

O live-action de Mulan trouxe grandes mudanças para a trama e teve alguns elementos removidos que apareciam na animação de 1998. A ausência de Li Shang, o líder do exército chinês que se apaixona pela heroína, é uma das alterações com mais reclamações dos fãs.

Em uma entrevista ao Collider, o produtor Jason Reed explicou o motivo dessa decisão. A ausência do personagem teve a ver com um popular movimento social que denuncia casos de assédio sexual:

Nós dividimos Li Shang em dois personagens. Um deles se tornou Comandante Tung (Donnie Yen), que serve como mentor de Mulan ao longo do filme. O outro é Honghui (Yoson An), que é um soldado equivalente a ela, sem nenhum tipo de hierarquia. Acho que dentro do momento que vivemos, especialmente com a chegada do movimento #MeToo, seria muito desconfortável ter um interesse amoroso como Li Shang. Não seria apropriado.

Muitos acreditam que eles queiram corrigir um “erro” que a Disney implantou na animação sem perceber, pois Li Shang demonstra ser bissexual ao se apaixonar por Mulan enquanto ainda acredita que a moça seja um homem.

  • Live-action de Mulan ganha foto animada destacando a protagonista
  • Mulan | Produtor explica por que a personagem não corta o cabelo em live-action
  • Mulan não será livre para todos os públicos nos EUA

A narrativa se passa na China da Dinastia Han. Após o país ser invadido pelos Xiongnu, o imperador decreta que pelo menos um homem de cada família precisa integrar o exército que protegerá a nação. Para poupar seu pai adoentado de ter de partir para o campo de batalha, a jovem Mulan se passa por homem e decide que lutará até o fim pela liberdade chinesa. O longa não seguirá fielmente o roteiro da animação, se aproximando mais da antiga lenda que baseou o filme original.

O longa-metragem é dirigido por Niki Caro, enquanto Rick Jaffa e Amanda Silver, de Planeta dos Macacos: A Origem, assinam o roteiro. A atriz chinesa Liu Yifei viverá a protagonista.

Mulan estreia em 26 de março de 2020 no Brasil.

Fonte

Tradutor - Translate »